5 dicas para resolver a lentidão do seu site

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
5 dicas para resolver a lentidão do seu site

O Google promoveu uma atualização de algoritmo no ano de 2021, com isso, as páginas que possuem uma melhor velocidade de interação, serão melhor ranqueadas. Por isso neste artigo explicamos como resolver o problema de lentidão do seu site.

Isso significa que, pelas pesquisas propostas pelo Google, os usuários tendem a deixar a página se o tempo de carregamento for acima de dois segundos. Isso vale principalmente para comércios eletrônicos, que poderão perder a venda, antes mesmo do cliente ver os produtos.

Vale lembrar que dois segundos é o tempo máximo, o próprio Google busca algo em torno de meio segundo. Para ajudá-los a tornar o seu site mais otimizado, trouxemos aqui: 5 dicas para resolver a lentidão do seu site.

1) Otimização de imagens:

Um site ou qualquer outra função do computador, são milhares de cálculos sendo executados ao mesmo tempo, da maneira mais rápida possível. Quanto mais pesados e complexos esses cálculos tendem a ser, mais tempo o processador leva.

Por isso, o segredo para sites responsivos é a otimização. Otimizar imagens significa torná-las mais leves, mais compactadas, para que sejam carregadas facilmente e não causar o problema de lentidão.

Otimização de Imagens para resolver a lentidão dos sites

Faça uma verificação no seu site, e busque por imagens mal dimensionadas ou pesadas demais, as vezes exportadas no formato errado, às vezes com a visualização mal programada.

Resolver isso é simples, dimensione imagens do tamanho ideal, e quando necessário faça uma compressão. Isso serve para imagens, gifs, banners e até mesmo vídeos. Existem várias ferramentas gratuitas no mercado para auxiliá-lo no processo de compressão.

Tornar a visualização mais simples também ajuda, não coloque muito itens acumulados, e carregue primeiro o que for prioridade, isso ajudará na velocidade do site.

2) Organize os códigos:

Organizar os códigos faz parte da otimização. Mantenha as linhas de código limpas, e sem funções desnecessárias. Isso também significa conhecer o código de terceiros, como plugins e pop-ups de outras páginas como Facebook e WhatsApp.

Mantenha o código sempre atualizado, com a evolução diária da tecnologia, cada vez se pode fazer mais com menos. Releia todo o escopo da programação, retire o que for desnecessário, otimize o que for necessário, e substitua por melhorias o que puder ser substituído.

Teste a performance de cada parte do código, e também dos plugins, refatore todo a programação se for necessária, e compare com outros sites, assim sua eficiência estará dentro da média.

3) Servidores adequados:

Escolher bem o servidor é tão importante quanto todo o resto, quanto mais complexo e volumosos forem os cálculos para o site funcionar, mais processamento ele irá exigir.

Não importa o quão bem otimizado seu site estiver, se não possuir um bom servidor para hospedá-lo, ele não será rápido. Por isso, opte por servidores dedicados ao seu site, e escolha aquelas ideias para você.

Se sua página web possui muitos produtos, imagens, vídeos, e até visitas, você deve optar por servidores mais potentes e que entreguem melhores resultados. Existem planos para todos os tipos, do inicial ao avançado, o servidor deve ser escolhido sob medida.

CTA - SEO Analyzer

4) Google Speed Insights:

O Google disponibiliza ferramentas de análise para otimização de sites, e uma das melhores em termos de velocidade é o Google Speed Insights.

Ele analisa os dados que fazem parte do Google Page Experience, como latência de primeira entrada, mudança de layout etc. Ele irá avaliar o site em cada um dos aspectos e dar notas de 0 a 100, mostrará quais partes não estão aprovadas e quais estão.

Essa ferramenta é muito útil e completa, além de medir tudo que for necessário, ela também mostra o que pode ser feito para melhorar. Buscar a melhor nota no Google Speed Insights é o melhor para garantir um bom ranking no Google.

5) Tenha um site responsivo:

Ter um site responsivo significa ter um site otimizado para todas as plataformas, aqueles que se adaptam bem em todos os dispositivos. Isto é, que o design e o layout sejam visíveis e funcionais em dispositivos móveis ou computadores de mesa.

É importante que o site responsivo também seja rápido. Faça testes, procure conectar dispositivos diferentes, smartphones, tablets, notebooks, etc. Sites responsivos são melhores colocados no Google, e podem expandir o seu público alvo.

Busque um layout que se adapte às várias telas. Procure colocar as ferramentas de utilização e os principais produtos de maneira simples, para que seja acessível em telas menores. Mantenha uma paleta de cores agradável para os diversos tipos de brilhos e tela. Conserve o layout organizado, bem espaçado, para simplificar para o usuário.

Faça tudo para resolver a lentidão do seu site:

Todas essas dicas são complementares, ou seja, todas elas devem trabalhar em conjunto. Os sites bem otimizados serão bem ranqueados no Google, e poderão atrair mais clientes.

Vale a pena também comparar o seu site com outros do mesmo gênero. A concorrência é a melhor maneira de descobrir se você está no padrão exigido pelos clientes.

Faça tudo para resolver a lentidão dos sites

Se gostou das dicas de como resolver o problema de lentidão do seu site, acompanhe nosso blog para outras informações, e não deixe de nos seguir no Instagram e outras redes sociais.

Receba Novidades No E-mail

Open chat
Precisa de ajuda?