Atualização do algoritmo do Google para 2021

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Atualização do algoritmo do Google para 2021

O ano de 2021 começa com novidades, o Google está atualizando seu algoritmo para melhorar a experiência do usuário, mudando a maneira com que as páginas são ranqueadas e buscando a melhor UX. Mas o que exatamente isso significa?

User Experience Design (UX) é a experiência que o usuário tem ao navegar numa página, e em 2021 ela passa a ser mais importante, no novo algoritmo é ela que irá ditar quais sites continuam relevantes, e quais podem ser deixados para trás.

Todos que possuem comércios eletrônicos sabem que uma página bem posicionada afeta diretamente as vendas dos produtos, por isso, trouxemos os novos fatores e como se atualizar para manter-se relevante, confira.

Google Page Experience

Além do que o algoritmo já considera, o Page Experience vem para trazer novos fatores aos conteúdos relevantes, tais como:

Velocidade de interação que leva em conta três dados principais:

  • Large Contentful Paint (LCP)  – Maior exibição de conteúdo.
  • Cumulative Layout Shift (CLS) – Mudança de layout cumulativa.
  • First Input Delay (FID) – Latência de primeira entrada.

Esses três novos fatores devem trabalhar em conjunto.

LCP é a velocidade que sua página carrega desde o clique no link até o carregamento total, esse valor não pode ultrapassar 2.5 segundos.

Algoritmo do Google: LCP

CLS é a estabilidade visual da página, ou seja, o layout tem que ser funcional para mobile e desktop, deve prover uma boa experiência ao usuário, sem pop-ups invasivos, anúncios em cima de textos, imagens ou links quebrados. CLS deve ser mantido abaixo de 0.1.

Algoritmo do Google: CLS

FID mede a interatividade, boa resposta ao clique, carregamento entre páginas rápido, tudo que o usuário fizer, deve ser intuitivo e com boa resposta. Para um bom FID, o tempo de resposta deve estar abaixo de 100 milissegundos.

Algoritmo do Google: FID

fonte

O próprio Google possui ferramentas para medir os dados acima.

Algoritmo do Google: Core Web Vitals

                                                                                                                                  fonte

Segurança:

Outro fator que o Google Page Experience levará em consideração é a confiabilidade do endereço. Todos os sites agora devem ser HTTPS, ou seja, dados criptografados garantido a segurança do usuário, sites HTTP raramente terão chance de ser indexados primeiro.

Erros no código também são levados em consideração, um programa limpo, sem erros ou bugs garantem uma melhor segurança.

Design:

Agora todas as páginas também serão avaliadas com seu design e funcionalidade. Os sites devem possuir uma identidade visual boa, com funções intuitivas, paleta de cores padronizada, organização, entre outros.

O Google calcula que o usuário decide se irá permanecer na página nos primeiros segundos de interação, ou seja, sites organizados e bem estruturados serão indexados nas primeiras páginas. Os que não possuírem estética serão deixados para trás.

É importante também que a página seja funcional em todos os aparelhos: celulares, computadores, tablets, entre outros. Se o layout quebrar, ou tornar a navegação difícil em algum dispositivo, o algoritmo irá desclassificar seu site.

Bom conteúdo:

O novo algoritmo pode focar bastante na experiência do usuário, mas ela NÃO substitui qualidade. No próprio post oficial do Google: “Uma ótima experiência na página não substitui um conteúdo de qualidade.

Mantenha a produção de conteúdo de qualidade, continue atualizando artigos e links que possuem tráfego, e utilize o layout como um acréscimo, afinal, a maneira com que se passa a mensagem é tão importante quanto a mensagem.

Como continuar crescendo:

O primeiro passo é manter a produção de conteúdo bom e relevante. Esteja sempre com o layout atualizado, teste em todos os dispositivos. Calcule também a velocidade de carregamento e compare com os concorrentes. Veja se o site não possui erros ou links quebrados, evite propagandas invasivas ou de procedência duvidosa.

Todas essas medidas além de garantir uma melhor experiência ao usuário criam uma identidade para a empresa. O Google busca empresas confiáveis e organizadas, por isso, para manter o melhor negócio  mantenha-se atualizado.

As mudanças no algoritmo são válidas a partir de março de 2021. Acesse nosso site para saber mais sobre produção de conteúdo de qualidade, e para outras informações, o blog oficial do Google tem um breve post sobre o novo algoritmo.

Receba Novidades No E-mail

Open chat
Precisa de ajuda?