O que existe além da Internet que conhecemos?

17 Mai, 2019

Estamos acostumados com um conceito de Internet em que, na sua maioria, os endereços que acessamos oferecem confiabilidade e segurança relativas. Esses aspectos são cruciais para que possamos navegar sem correr tantos riscos como a exposição de nossos dados ou o rastreamento de informações pessoais.

 

 

No entanto, um assunto bem popular, e que está se tornando cada vez mais conhecido, são os famosos termo Deep Web e Dark Web.

 

 

Você provavelmente já viu pelo menos algum desses termos sendo usados por aí. Mas você sabe o que eles significam? Vamos entender um pouco melhor sobre isso? Continue sua leitura, tenho certeza que você vai descobrir muito sobre esse universo da internet ⬇

 

 

O que existe além da Internet que conhecemos? 1

📍 O conceito da Internet Tradicional (Surface Web ou World Wide Web)

 

Primeiro é importante entendermos o significado de Surface Web (em uma tradução livre, Internet da superfície), que é a Internet tradicional que conhecemos hoje, onde encontramos todos os sites que estejam nos mecanismos de busca, tais como Google e Bing por exemplo. Eles seguem uma estrutura padrão de endereçamento e podem ser pesquisados e encontrados facilmente.

 

Costumam ser ambientes relativamente livres de vários riscos, seguros e filtrados para apresentarem apenas conteúdos legalmente aceitáveis e, em sua maioria, úteis e saudáveis para consumo geral.

 

É aqui que podemos ilustrar como um “grande Iceberg”, onde a parte visível (sua ponta) representa a Surface Web, e parte do que está submersa (ou oculta) se enquadra como a Deep Web.

 

 

O que existe além da Internet que conhecemos? 2

👉 A Deep Web (Internet profunda)

 

Chegamos então até o “meio do Iceberg”, e sua maior parcela: a Deep Web. Aqui se encontram informações e dados que apenas pessoas autorizadas e que conhecem os caminhos podem acessar.

Muitas das vezes, a Deep Web nem sempre é destinada a práticas ilegais ou criminosas. Isso não isenta o seu uso para essa finalidade, porém a maior concentração dessas atividades ocultas se encontra na Dark Web. Até mesmo por isso que a forma de acessar exige uma comunicação restrita ao navegar.

 

👉 Dark Web, uma terra sem leis:

 

Enfim, chegamos aos confins mais profundos da Internet, uma pequena parcela da Deep Web e a parte “mais profunda do Iceberg”: a Dark Web. É aqui que as coisas começam a ficar bem estranhas e nada confiáveis. Aqui não existe nada do qual você está acostumado, pois quando se trata dessa região da Web, as coisas funcionam de uma maneira totalmente diferente.

Por ser uma região de acesso extremamente restrito e dificultado, o conceito de anonimato quase absoluto é uma realidade, o que permite a prática livre de ações ilegais e criminosas.

 

Dentre as inúmeras bizarrices que podemos encontrar nesse lugar, podemos listar algumas das mais chocantes para usar de exemplo:

 

– Mercado negro;
– Tráfico humano;
– Tráfico de órgãos;
– Comércio de narcóticos;
– Comércio de armamentos;
– Pedofilia explícita;
– Serviços de hackers;

 

Tudo isso, é praticamente impossível de ser encontrado. Para chegar até esse fim de mundo virtual os caminhos necessários são tão confusos e específicos que apenas pessoas realmente mal-intencionadas conseguem chegar. Isso inclui endereços criptografados extremamente complexos e quase indecifráveis, ou sistemas de segurança simplesmente impenetráveis.

 

 

Vale lembrar que, tanto na Deep Web, quanto na Dark Web, os curiosos não chegam a lugar nenhum. A frequência com que ataques virtuais acontecem é gigantesca, e isso ocorre com duas intenções: extrair o máximo de dados pessoais possíveis e limitar a capacidade de acesso apenas para quem realmente se preparou para isso.

 

⁉⁉ Afinal, por que saber desses lugares, então?

 

Se você não é um criminoso, não há razão alguma para você acessar essas regiões da Web. Mesmo que a curiosidade te leve a querer isso, a recomendação mais forte que fica é uma só: Não se envolva. Você pode acabar se dando muito mal (e muito provavelmente vai).

 

Apenas leve todas essas informações como mais uma forma de se proteger dos males que circulam pela Internet, e lembre-se sempre: a segurança é sua maior aliada quando o assunto é navegar na Internet, e você só encontra ela em sites confiáveis!

 

Quer saber como ter SEGURANÇA EM SEU SITE e SEGURANÇA EM SEU EMAIL? Confira os nossos outros artigos de blog que falam a respeito 😉

 

INNSITE AGÊNCIA WEB 
www.innsite.com
(15) 3326-5525
contato@innsite.com.br